/* Facebook pixel script */ /* End Facebook pixel script*/
Busca

Play R

Notícias

O que as pessoas REALMENTE pensam sobre sua música?

23
jan
O que pensam sobre sua música

Por Chris Robley – CDBaby.com

Seus amigos são seus fãs de verdade?

Olha, seus pais, sua namorada e seus vizinhos não dirão a você que sua música é “um porre”. Muito menos seus colegas de trabalho, seus amigos da igreja, ou as pessoas com quem você joga futebol às quartas-feiras. Seus primos, seu conselheiro, seus amigos de “happy hour”, seu garçon favorito – não, não acredite em nenhum deles.

Eles mentem para você. Eles dirão que você é maravilhoso porque eles se preocupam com seus sentimentos – ou no mínimo, eles veem você regularmente e não querem ter que lidar com você “fazendo biquinho” e se lamentando o tempo todo.

Alguns amigos nem irão tão longe para mentir sobre comprar sua música.
Nós vemos isso o tempo todo aqui no CDBaby.com: Johnny X liga para dizer que seu amigo Bob comprou o novo álbum de Johnny X e este, por sua vez, quer saber o porquê da venda ainda não aparecer na sua conta.

Infelizmente isso acontece porque o CD ainda está em nossas prateleiras e Bob estava, educadamente, tentando se esquivar do fato de que ele odeia a música de Johnny. Então ele enrola ao invés de dizer: “Pare de me encher, cara! Eu ainda não quero comprar seu CD. Eu estava em todos os seus 3 últimos shows; o que mais você quer de mim?”

Seus amigos não são seus fãs. Além do apoio inicial em seu esforço musical (indo em seus primeiros shows, curtindo você no Facebook, etc), você não pode contar com eles para sustentar sua carreira – ou te dar o tipo de parecer irrestrito que irá ajudá-lo a analisar suas fraquezas, identificar suas forças e criar um som melhor, uma música, ou show!

Um valor honesto por sua música

Ok, talvez eu esteja sendo um pouco cruel. Tenho certeza que alguém da sua família ou amigos aprecia de verdade sua música. Mas estou tentando direcionar para um ponto simples: você precisa sair da sua zona de conforto e deixar as pessoas que não têm conexão pessoal com você darem sua opinião imparcial!

Por que? Do contrário, você é como o rei delirante que, na sua própria cabeça, não pode errar porque ele só confia em conselhos de quem não discorda dele. Você seria como a rainha da vaidade que só se olha no espelho mágico, sempre refletindo uma imagem em volta da mais favorável luz. Você não tem nenhuma forma realista de testar o quanto sua música move as pessoas.

Felizmente, isso é um problema fácil de resolver:

  • Toque para uma sala cheia de estranhos e veja a reação do público.

  • Poste novas músicas no SoundCloud e peça para outros usuários comentarem.

  • Envie seus CDs para jornalistas de música que farão críticas a seu trabalho.

  • Contate blogueiros e veja se eles querem disponibilizar no blog alguns de seus MP3s.

Procure opiniões externas e ouça o feedback! Você não precisa aceitar todas as críticas mas ao menos ouça. Deixe que falem e depois que a poeira baixar, se você achar que um pouco de feedback negativo tem alguma validade, faça os ajustes necessários. Sua atitude será muito mais forte e dará resultados durante o caminho.

Por outro lado, é saudável lembrar que a Internet pode ser um lugar cruel, então prepare-se para provocadores e “haters”. Como dizia o muito criticado Richard Marx, “Não existe nada mais subjetivo do que a música”. As pessoas lá fora que amam sua música não estão erradas, e aquelas que não amam, também não estão. O que você acha?

Deixe um comentário